Postagens

Postagem em destaque

Na presença dos Deuses

Imagem
Já se é sabido da destreza de Werner Herzog como cineasta e documentarista. Um relance desta habilidade pode ser conferida no documentário produzido para a Netflix “Visita ao Inferno”. Nele podemos conferir um vislumbre dos maiores vulcões de nosso planeta com uma breve histórico sobre grandes erupções. 
Seria uma levantamento comum sobre as montanhas de fogo, placas tectônicas e magma. Herzog transforma toda essa energia e a apresenta na forma da sua influência na cultura humana. Mescla na narrativa uma trilha sonora sob cenas de explosões, nuvens densas de fumaça passando a impressão de como que produzidas por monstros, gigantes, deuses. 
Impossível não associar as tomadas com a noção cristã de inferno ou de como, perante toda essa força da natureza, os humanos se apequenam e só conseguem se expressar como parte integrante de um destino traçado pelo poder que contemplam.
Ainda há mais dois documentários do Werner no serviço de stream: Happy People: A Year in the Taiga e Eis os Delí…

Insônia

Imagem
A cena se repete: chá de camomila com maracujá, distância da televisão e do celular, leitura um pouco antes, meditação guiada por uma voz monótona, quarto escuro e arejado. E ele vai pra cama. Depois de 2 horas e meia de inquietude, decide levantar. Vagueia pela casa, abre as cortinas e observa a lua e as luzes dos apartamentos ainda pulsantes. Pensa em ligar a TV, mas desiste quando o relógio informa que já são 3 da madrugada. Volta pra cama. Adormece lentamente até que um sonho de angústia o desperta. O relógio marca 3:47 horas. Senta-se, respira, os olhos ardendo e a cabeça doendo. Levanta-se e vai à cozinha, em busca de um analgésico. Sente a raiva e o mau humor irrompendo e a angústia do nascer de mais um dia, que ameaça ser improdutivo.

Já havia tentado de tudo: eletroencefalograma, polissonografia, psiquiatra, antidepressivo, exercício físico, indutor do sono, melatonina. Nada apontava para uma causa, nenhum medicamento cumpria totalmente seu papel, nada resolvia. Sentia-se exa…

Cidade Fantasma

As ruas escuras e vazias que faziam parte daquela cidade fantasma há muito tempo abandonada serviam como caminho para Alexia que caminhava em direção ao norte. As casas – ela sabia – também estavam vazias. A cidade inteira estava, mais uma entre tantas que sobraram do êxodo e que exibiam as marcas de uma época áurea que já fazia parte do passado há vários anos – ninguém sabia quantos exatamente. Longas ruas com modernos prédios e amplas casas preenchiam as calçadas que se encontravam quase que em perfeito estado. Alexia estava agora no que poderia ser chamado de centro da cidade, um calçadão de generoso espaço com bancos e mais bancos postos em diferentes locais, próximos de alguns lugares que Alexia sabia identificar como bares, lojas de roupa, um ou dois restaurantes mesmo que, obviamente, nunca havia de fato 'entrado' em um desses locais. Dali, uma melodia de violino invadiu seus ouvidos, inicialmente baixa mas que ia aumentando conforme ela caminhava para o meio do centro, co…

Sorteio de Convites

Imagem
Boa tarde, galera!

Sorteio de 2 convites para vocês.

Para participar, deixe seu email nos comentários.

Regras:

- Sorteio apenas para NÃO membros;
- Apenas um comentário por pessoa;
- Sem email, sem convite.

Abraços!

PS: Iremos sortear convites para a galera que participa no blog, comentando e participando nas postagens, fora deste post de sorteio.

A verdade é uma mentira

Imagem
Considerado por alguns crítico o melhor livro de Umberto Eco após "O nome da rosa", "Baudolino" é uma espécie de passeio divertido em torno do que é a mentira.
Narra a história de um garoto camponês da Itália medieval. Adotado pelo imperador Frederico, é incumbido de se dedicar aos estudos devido a sua notável perspicácia. Admirado com a sabedoria de Oto, bispo e primo do imperador, fica excitado com a possibilidade, descrita pelo bispo, de um reino de Deus na terra. E, em certo momento, acaba por convencer Frederico a ir em busca desta terra divina.
Daí por diante, Eco passa a brincar com toda a sorte de invenções que uma mentira pode se travestir. Baudolino inventa disparates e por golpes do destino eles acabam por se tornarem reais. Dogmas religiosos são baseadas em invenções de monges ociosos. Fabricação de relíquias é fonte de lucros por toda parte. E até a própria narrativa do protagonista é alvo da dúvida: ficamos incertos se a história contada pelo Baudoli…

Resultado do Sorteio

Imagem
Boa noite!

Os ganhadores desta semana são:

lukasfarias90@gmail.com
sergioramosufmg@gmail.com

E o ganhador por participar do blog:
alexdeoliveiraaraujo@gmail.com

Sejam bem vindos, seus convites já foram enviados.

Semana que vem tem mais!

Abraços.